Esse ano a prova do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) deverá ser realizada por todos os alunos que concluírem a graduação do curso de medicina. Diferentemente dos sete anos anteriores que era optativa e uma pequena porcentagem dos alunos realizava as provas, esse ano todos devem realizá-la de acordo com a resolução nº239 do CREMESP, o que incluirá estudantes provenientes de faculdades/universidades que antes não tinha quantidade significativa de participantes.

Apesar do registro não ser condicionado ao resultado da prova, muitos alunos são contrários à obrigatoriedade da prova aumentando os rumores de boicote. Entre as justificativas estão a metodologia utilizada pelo conselho e a eficácia da prova.

Alunos do diretório acadêmico da UNICAMP iniciaram recentemente um abaixo assinado contra o exame, apoiado por acadêmicos da UNIFESP, UNESP e FAMEMA o documento já possui 2050 assinaturas. Segundo informações apuradas pelo ResMédica uma quantidade significativa de alunos deve boicotar o exame que será realizado no dia 11 de novembro.