O concurso de residência médica da SES-RJ esta sob investigação da Defensoria Pública da União devido à suspeita de fraude no concurso realizado no dia 16 de dezembro. Os próprios candidatos do concurso suspeitaram do fato que 22 pessoas terem acertado todas as questões das áreas de Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Medicina Preventiva e Cirurgia Geral, porém a média de acertos em Clínica Médica foi inferior a 50%.

Outro fator que aumentou as suspeitas foi o fato de que a maioria dos candidatos suspeitos eram da mesma cidade no estado de Minas Gerais. A Defensoria Pública pediu a abertura de um inquérito pela Policia Federal para apurar o caso e verificar se houve vazamento de informações.

Ao todo são 470 vagas que foram disputadas por mais de 8.000 candidatos. Segundo informações divulgadas no Jornal Nacional, a empresa responsável pelo concurso, TR Assessoria Pública Limitada, disse que houve um problema técnico no sistema que conferia o cartão respostas com o gabarito. O Ministério da Saúde suspendeu o processo seletivo até o final das investigações.